Notícias

sitreberv
  • Publicado: 1 de novembro de 2016
  • Comentários:

    2

  • Por: Quintino Andrade, Agência Bairro-Escola Rio Vermelho

2 Comentários!

Cristina Torres

2016-11-02 22:41:14 Responder

Parabéns pela continuidade e evolução do trabalho!
Infelizmente não tenho conseguido m manter em contato com vocês, mas continuo acompanhando as ações.
O que aconteceu com a movimentação dos moradores do bairro?
As associações permanecem atuando?
Moro na Rua Eurycles de Mattos há mais de 40 anos e desde que todo o trânsito foi definitivamente deslocado para cá, a vida dos moradores virou um inferno. Não se considera a existência de pedestres. Inexiste uma faixa ou um sinal que possa permitir a travessia numa pista de fluxo intenso e rápido de veículos.
Tendo dificuldade de locomoção e tenho passado dificuldades diárias. Outro dia ia saindo de carro com meu filho e oferecemos carona – só para atravessar, praticamente – a uma moça que carregava um bebê de colo, com sombrinha e sacolas. Chovia e ninguém facilitava a sua passagem. E ela estava indo até o Hospital Jorge Valente, para levar o filho a uma consulta médica.
Essas modificações de trânsito devem ser avaliadas pelos técnicos responsáveis, levando em conta o impacto sobre a população, principalmente.
O Rio Vermelho é um bairro que, assim como a Barra, tem uma população com muitos idosos e não parece que isso seja considerado nesse planejamento.
Encontro-me à disposição para qualquer contato.
Agradecida,
Cristina Torres

Jorge Paiva

2016-11-02 22:07:12 Responder

Parabéns aos organizadores desse evento.
Ótima ideia dessa organização, pelo 4º festival do bairro.

Deixe um comentário